SOCORRO!!!!!!!!!!!!!!!!!! 06

SOCORRO!!!!!!!!!!!!!!!!!! 06

O neurocientista Sidarta Ribeiro,diretor do Instituto de Neurociência de Natal,afirma que a capacidade de concentrar em uma tarefa só ou de alternar-s entre várias sem perder o foco depende dos diferentes estímulos que uma pessoa recebe ao longo de sua formação e durante seu cotidiano."Converse com um jovem ligado em mídia digital e televisão e veja como ele muda de assunto o tempo todo",diz Sidarta."Já uma pessoa mais velha é capaz de perseverá horas no mesmo assunto.Eles foram treinados de maneiras diferentes.Daí reagirem em formas e rítmos distintos."Sidarta criou uma imagem para explicar os mecanismos do cérebro em ambos os treinamentos:as portas da percepção.Ao se concentrar na formulação de um texto,por exemplo um indivíduo abre apenas uma porta.Concentra toda a sua percepção naquele objeto.Quando atende o telefone enquanto responde a um e-mail está se alternando entre diferentes portas.A ideia de Sidarta é que ambas as atividades exigem prática.Quem só executar uma terá dificuldade em executar outra.No dia-a-dia,porém,nem sempre é fácil arranjar um tempo para esse treinamento."Ao exigir que um funcionário tenha a atenção dispersa em 50 pontos diferentes,posso gerar alguém incapaz de se concentrar numa coisa só,"diz Sidarta.

Para tentar decifrar as aflições dos profissionais multitarefeiros,uma equipe da Microsoft acompanhou o cotidiano de vendedores,técnicos de informática,professores e corretores de ações.Uma das autoras da pesquisa,Mary Czerwinski,havia antes ajudado a NASA a elaborar mecanismos de comunicação que interrompessem da maneira menos traumática possível os astronautas no espaço.Na pesquisa para a Microsoft,Mary,verificou que 13% dos dias de trabalho ficam comprometidos pela necessidade de alternar-se entre tarefas.A cada dez ações,sete costumam ser interrompidas.Os mais prejudicados são os projetos que exigem maior elaboração intelectual.O que mais chamou a atenção da equipe dew Mary foi a quantidade de post-its com lembretes grudados nas telas.O motivo: mesmo com o computador,os recados no papel ajudam a recuperar o foco depois de uma interrupção.Pensando nisso,Mary está desenvolvendo um novo tipo de interface entre o ser humano e a máquina,com uma tela de 42 polegadas.