Wordpress, Prestashop, Joomla e Drupal Grátis

PREGUIÇA AGITADA 02

PREGUIÇA AGITADA 02

Acrescentou,com sagacidade,que devemos evitar não apenas os

gestos inúteis,mas também os pensamentos desnecessários.

Marco Aurélio,recomenda o formidável exercício de conduzir a mente,

quando desviada,para pensamentos relevantes.Isso conseguido,à

base de perseverança,controlamos a mente,esse cavalo selvagem.

em vez de sermos controlaados por ela.

Ninguém escreveu com tanta graça sobre o tema como Sêneca,

pensador romano também dos primórdios da Era Cristã.Sêneca usou

as expressões "agitação estéril " e " preguiça agitada " ao tratar dos atos

que nos trazem desassossego."É preciso livrar-se da agitação

desregrada,à qual se entrega a maioria dos homens",escreveu Sêneca.

"Eles vagam ao acaso,mendigando ocupações.Suas saídas absurdas e

inúteis lembram as idas e vindas das formigas ao longo das árvores,

quando elas sobem até o alto do tronco e tornam a descer até embaixo,

para nada.Quantas pessoas levam uma existência semente,que se

chamaria com justiça de preguiça agitada?

Agimos como as formigas quase sempre,subindo e descendo sem razão

o tronco das árvores,e pagamos um preço alto por isso: ansiedade,

aflição,fadiga física e mental.Nossa agenda costuma estar repleta.

É uma forma de fugir de nós mesmos,como escreveu sublimente

um poeta romano.O resultado é inquietação.Eliminar ao menos algumas

das tantas tarefas inúteis que nos impomos a cada dia é vital para a

euthymia da qual falavam os sábios gregos.Quem busca a paz fará bem

em refletir na frase com a qual Demócrito iniciou seu livro que,

tamanha era sua força,sobreviveu aos séculos,ainda que com base

apenas em citações..........